Notícias

Jamais esqueceremos: não à reeleição de Beto Richa, Aparecida Borghetti e a turma do Camburão

04/10/2018 04:10Atualizado - 05:05

Direção SINDUEPG

O (des)governo Beto Richa (PSDB, DEM, PP, PSB, PSC, PSD e demais aliados) foi marcado pelo desprezo, agressão e desrespeito aos cerca de 300 mil servidores (da ativa e aposentados) do Paraná.

O 'massacre do centro cívico' de 29 de abril de 2015 foi o registro mais expressivo da violência física - quando o governo e o então secretário de segurança, Fernando Francisquini usaram cerca de 1 milhão de reais do dinheiro público para agredir cerca de 20 mil professores com bombas de gás lacrimogêneo, gás de pimenta, helicópteros e milhares de policiais - mas não o único exemplo de descaso e má gestão.

Operação Publicano, Integração (pedágios rodoviários), Quadro Negro, além da ação que o Ministério Público registrou em 01/10/2018, responsabilizando Beto Richa (PSDB) e os deputados Plauto Miro (DEM) e Valdir Rossoni (PSDB) por improbidade administrativa.

Nas Universidades estaduais cerca de 10 mil servidores técnicos administrativos e aproximadamente 8,5 mil docentes estão sem reposição do índice inflacionário de 11,38% desde 2015.

Por compreender que a luta é feita de memória, o SINDUEPG /Andes-SN alerta docentes da importância no momento de escolha do voto neste próximo domingo, 7 de outubro. Nesse sentido, relembrar dos parlamentares, secretários de governo e partidos políticos que, ao longo dos recentes 8 anos, prejudicaram diretamente professores e servidores públicos no Paraná e, da mesma forma, aprovaram ou apoiaram iniciativas que afetaram diretamente a vida dos milhões de paranaenses, seja por práticas de corrupção (em pedágio rodoviário, há cerca de duas décadas, desvio de recurso para obra escolar ou propina para sonegar imposto junto à Receita Estadual).

Vale conferir a lista dos membros da bancada do camburão. Valorizar o voto, que fortalece a democracia e não deixar que alguns grupos eleitorais desrespeitem trabalhadoras e trabalhadores, que historicamente lutam por direitos sociais conquistados com organização e árdua resistência.

Bancada do Camburão:

– Alexandre  Curi (PMDB)
– Alexandre Guimarães (PSC)
– André Bueno (PDT)
– Artagão Jr. (PMDB)
– Claudia Pereira (PSC)
– Cobra Repórter (PSC)
– Cristina Silvestri (PPS)
– Dr. Batista (PMN)
– Elio Rusch (DEM)
– Evandro Jr. (PSDB)
– Felipe Francischini (SD)
– Fernando Scanavaca (PDT)
– Francisco Bührer (PSDB)
– Guto Silva (PSC)
– Hussein Bakri (PSC)
– Jonas Guimarães (PMDB)
– Luiz Carlos Martins (PSD)
– Luiz Claudio Romanelli (PMDB)
– Marcio Nunes (PSC)
– Maria Victoria (PP)
– Mauro Moraes (PSDB)
– Missionário Ricardo Arruda (PSC)
– Nelson Justus (DEM)
– Paulo Litro (PSDB)
– Pedro Lupion (DEM)
– Plauto Miró (DEM)
– Schiavinato (PP)
– Tiago Amaral (PSB)
– Tião Medeiros (PTB)
– Wilmar Reichembach (PSC).

 



Entrar em contato

  • SEÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA (SINDUEPG)
  • SINDICATO NACIONAL DOS DOCENTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR (ANDES-SN)
  • Alameda Nabuco de Araújo, 500 - Uvaranas
  • Ponta Grossa - Paraná - CEP 84.031-510
  • Fone: 42.3235-4106 - 42.9867-9943 (Tim) - 42.8403-2939 (OI)
  • e-mail: sinduepg@sinduepg.com.br
  • Expediente: Segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 13:00 às 17:00