Notícias

UEPG SUSPENDE A CONTRATAÇÃO DE TEMPORÁRIOS

24/03/2020 10:03Atualizado - 11:11

Direção SINDUEPG

 


No mais completo alinhamento com o governo federal, que atacou os trabalhadores da iniciativa privada com a edição da Medida Provisória 927/2020, com previsão de suspensão de salários por 4 (quatro) meses, a Administração da UEPG suspendeu a contratação de docentes temporários, ignorando os editais de seleção. Os candidatos aprovados no último teste seletivo tiveram seus trâmites finais simplesmente suspensos por ato unilateral da PRORH.

 Os editais com os prazos para apresentação dos exames e demais documentos foram publicados a fim de concluir as contratações e, antes do vencimento do prazo, foram suspensos, deixando à própria sorte vários docentes.

 Igualmente reprovável foram as contratações firmadas a partir do retorno do calendário acadêmico, inicialmente previsto para 30/03/2020, porque os docentes ficam reféns desses contratos sem a devida contraprestação financeira. Na prática, estão nas mesmas condições da pretensa MP da Morte de Jair Bolsonaro: para manterem seus empregos, ficam sem salários.

No entanto, após intenso rechaço nas redes sociais com a brutal medida da MP da Morte, o governo federal revogou o art. 18, o que significaria a fome e a morte de milhares de trabalhadores e aumentaria ainda mais os impactos da pandemia entre a população pobre e trabalhadora.

 Essa repugnante medida gerou revolta de milhares de pessoas que não sabiam como iriam alimentar suas famílias.

 E a Administração da UEPG, manterá essa prática?

O Sinduepg prontamente requereu a conclusão das contratações, porém a solicitação encontra-se com a PROJUR para análise e parecer.

Não há mais tempo para a solução desse impasse. A questão não é jurídica, mas política. Qual concepção de administração a UEPG concebe?

A suspensão das contratações é um ataque totalmente perverso tal qual a MP 927/2020, pois coloca os temporários em situação de risco. Isso levará os trabalhadores a irem buscar desesperados formas alternativas de sustento, como o trabalho informal, expondo eles ainda mais aos riscos do novo coronavírus (COVID-19). 

 Muitos docentes abdicaram de outros trabalhos, alguns em suas cidades de origem, a fim de concluírem a contratação junto a UEPG, e agora foram simplesmente abandonados.

 Que não seja essa Administração a dar as costas para os mais vulneráveis, e, principalmente, agravar as consequências dessa pandemia.

 As vidas humanas valem mais que a economia com despesas de pessoal.

Pela contratação dos professores temporários já!

Diretoria Sinduepg 

Ponta Grossa, 24 de março de 2020

 



Endereço

  • Endereço:
  • Alameda Nabuco de Araújo, 500 - Uvaranas
  • Ponta Grossa - Paraná - CEP 84.031-510

  • Expediente: Segunda a sexta-feira
    08h às 12h e das 13:00 às 17:00