No último dia 17, na Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), o secretário, Alípio Leal, instalou a primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) para rever a carreira docente das Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES). A tarefa do GT é formular uma proposta de reajuste salarial assim como corrigir distorções na atual carreira.

O prazo estabelecido para encaminhar a proposta foi mantido para o dia 15/06. Ficou também estabelecido que a próxima reunião será no dia 25/05. O GT é composto por representantes (titular e suplente) das entidades sindicais, da Apiesp e do Governo do Estado.

Na Seti há quatro propostas protocoladas pela Apiesp, Sindiprol, sindicatos mistos e do Fórum das Seções Sindicais do Andes-SN. Construída uma única proposta, o secretário da SETI se compromete em encaminhá-la e defendê-la junto ao governador.

Para lembrar, a proposta aprovada em Assembleia foi: alterar o incentivo à titulação, passando o especialista para 45%, mestre para 70% e doutor para 100% e alterar os interclasses de adjunto para associado de 15% para 25% e associado para titular para 15%.

Fonte: Informativo da Sesduem – Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá.