A diretoria do Sinduepg manifesta sua solidariedade às vítimas e todas as pessoas afetadas pelas fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul. Até o momento, segundo a defesa civil do estado, já são mais de 80 mortes confirmadas, além dos mais de 100 desaparecidos e quase 200 feridos. O governo estadual decretou estado de calamidade pública.

A situação começou na última semana de abril, com as chuvas atingindo mais de 340 municípios do estado. Na capital, Porto Alegre, o nível do Guaíba atingiu 5,26 metros e deixou milhares de pessoas desalojadas. Em todo o estado são mais de 840 mil pessoas afetadas pelas chuvas.

O que vive hoje a população do Rio Grande do Sul é um desastre produzido, resultado da lógica de exploração imposta pelo capitalismo que, além de destruir o ambiente, produz desigualdades que levam as pessoas a situações de absurda vulnerabilidade.

Doações

Em Ponta Grossa, equipes do Corpo de Bombeiros recebem doações de alimentos, itens de higiene pesosal; colchões e roupas de cama; água; e ração para animais.