Foto: Luana Nascimento / Arquivo Sinduepg

A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Sinduepg) organiza uma sequência de atividades na próxima segunda-feira, 29, nos dois campi da UEPG. O objetivo do ato é relembrar o episódio que ficou conhecido como ‘Massacre do Centro Cívico’ em 2015, momento em que o funcionalismo público do Paraná foi covardemente agredido com repressão policial pelo então governador Beto Richa.

Em Uvaranas as atividades devem acontecer às 11h, nas proximidades do Restaurante Universitário (R.U) com panfletagem, exposição de fotos e ato público. Já no campus central as atividades começam a partir das 10h30 com panfletagem e ato público e no período noturno, às 18h, com exposição de fotos e exibição de documentário.

Para o presidente do Sinduepg, professor Volney Campos dos Santos, a data marca um momento muito triste na história do funcionalismo público do estado, mas a memória precisa ser cultivada. “É importante que servidores, docentes e estudantes participem deste ato em memória do dia 29 de abril. O Massacre do Centro Cívico ficou na história, mas os seus efeitos repercutem até os dias de hoje. Preservar essa memória é fomentar a luta”, destaca.

Os efeitos do descaso com a educação pública no Paraná repercutem até os dias de hoje. Nove anos depois as universidades estaduais enfrentam a precarização cotidiana promovida pela Lei Geral das Universidades, que limita o número de professores e ameaça fechar cursos de graduação em todo o estado. As seções sindicais mantêm a luta constante pela garantia dos direitos dos trabalhadores.

Programação Ato Público

Campus Central – 10h30
– Panfletagem
– Ato Público

Campus Uvaranas – 11h
– Panfletagem
– Ato Público
– Exposição de fotos

Campus Central – 18h30
– Exposição de fotos
– Exibição de documentário